Portal Oficial - Instituto Nacional de Estatística






Este espaço é dedicado à apresentação de estatísticas em desenvolvimento.
Estas estatísticas distinguem-se por duas características: (i) inserem-se em projetos de novos produtos estatísticos que ainda não foram inteiramente completados e, contudo, (ii) expressam já informação que se pode revelar útil para a análise económica e social.
A possibilidade crescente de acesso pelo INE a fontes administrativas, nomeadamente com o programa Simplex+, como é o caso da informação das Declarações Mensais de Remunerações à Segurança Social por empresa, e a fontes não convencionais, designadamente obtidas junto de entidades privadas, colocam novos desafios à missão de serviço público do INE. Em particular, é importante fazer refletir a informação destas fontes em novas e pertinentes estatísticas para a vida dos cidadãos e das empresas e para os decisores de políticas públicas.
Assim, antes de adquirirem o seu formato final, serão apresentados neste espaço novos produtos estatísticos, visando tirar partido destas fontes e, em geral, recorrendo a técnicas de tratamento estatístico de grande volume de dados, recentemente desenvolvidas.
Adicionalmente, serão também testadas novas formas de apresentação de informação e resultados derivados de estatísticas já atualmente publicadas, explorando novas ferramentas analíticas.
O INE agradece, desde já, todas as sugestões e críticas que possam contribuir para melhorar as estatísticas em desenvolvimento; contacte-nos pelo email: info@ine.pt.

  • Remuneração bruta mensal média por trabalhador – cálculos do INE com base na informação da segurança social
    Com base na informação da Declaração Mensal de Remunerações transmitidas pelas empresas à Segurança Social, o INE inicia a divulgação trimestral de estatísticas sobre remunerações. Esta informação respeita a cerca de 396 mil empresas e a aproximadamente 3,6 milhões de trabalhadores. Pretende-se posteriormente completar esta informação, incorporando dados relativos a outros sistemas de Proteção Social. No ano de 2018, a remuneração bruta mensal por trabalhador aumentou 2,9% em relação a 2017, correspondendo a 1 142 Euros. Os resultados provisórios obtidos para o 1.º trimestre de 2019 apontam para uma variação de 2,5% em relação ao trimestre homólogo de 2018.