Portal Oficial - Instituto Nacional de Estatística
O género constitui um ponto central de acesso a informação estatística relevante tendo em conta a crescente importância das questões de género e da igualdade no processo de desenvolvimento sustentável, bem como a necessidade de acompanhar a implementação de um conjunto de programas e instrumentos estratégicos.


Diferenças e Semelhanças entre o Uso do Tempo das Crianças e dos Adultos em Portugal
Maria Guilhermina Calado Lopes , Edviges Coelho > Instituto Nacional de Estatística > INE, 2000, p. 1 - 27

Análise Quadros e tabelas Gráficos e Diagramas
Resumo
O Inquérito à Ocupação do Tempo foi realizado em Portugal, pela primeira vez, em 1999. A população alvo do inquérito consistiu em todos os indivíduos com 6 ou mais anos de idade. A recolha dos dados foi efectuada, através de entrevista directa, junto de uma amostra de aproximadamente 10 000 indivíduos. Para além de um questionário de família e um questionário individual, foi solicitado o preenchimento de um diário, no qual foram registadas, para cada período de 10 minutos, todas as actividades realizadas ao longo de um dia pré-designado. Uma das principais características do inquérito foi a inclusão das crianças dos 6 aos 14 anos, que também preencheram o diário. Neste estudo, analisamos o padrão de uso do tempo das crianças e as diferenças e semelhanças com o padrão dos adultos. Será que as crianças reproduzem os padrões de utilização de tempo dos pais? A tipologia de família e a existência de outras crianças na família é também um aspecto em discussão.
Estudo
Download do documento PDF (227 Kb)