Portal Oficial - Instituto Nacional de Estatística
      
 

Na A.M. de Lisboa o preço mediano da habitação adquirida por compradores com domicílio fiscal no estrangeiro foi mais do dobro do preço da adquirida por compradores com domicílio no território nacional
Estatísticas de Preços da Habitação ao nível local
Na A.M. de Lisboa o preço mediano da habitação adquirida por compradores com domicílio fiscal no estrangeiro foi mais do dobro do preço da adquirida por compradores com domicílio no território nacional - 4.º Trimestre de 2021
21 de abril de 2022

Resumo

No 4º trimestre de 2021, o preço mediano de alojamentos familiares em Portugal foi de 1 355 €/m2, representando uma taxa de variação homóloga de +14,1% (+12,2% no trimestre anterior). Em 23 das 25 sub-regiões NUTS III, o preço mediano da habitação aumentou face ao período homólogo.

As duas sub-regiões com preços medianos da habitação mais elevados – Algarve (2 114 €/m2) e Área Metropolitana de Lisboa (1 904 €/m2) – foram também aquelas que apresentaram valores mais elevados em ambas as categorias de domicílio fiscal do comprador: Território Nacional (respetivamente, 1 969 €/m2 e 1 858 €/m2) e Estrangeiro (2 547 €/m2 e 4 283 €/m2). 

No 4º trimestre de 2021 a variação homóloga dos preços aumentou em 7 dos 11 municípios com mais de 100 mil habitantes da Área Metropolitana de Lisboa, tendo a aceleração sido superior à verificada a nível nacional (+1,9 p.p.) em Setúbal (+9,8 p.p.), Loures (+3,0 p.p.), Almada (+2,2 p.p.) e Oeiras (+2,1 p.p.). 

Na Área Metropolitana do Porto, os municípios de Maia (+10,5 p.p.) e Vila Nova de Gaia (+8,1 p.p.) apresentaram também um aumento das taxas de variação homólogas superiores ao país. Em Lisboa (+0,4 p.p.) e Porto (+0,9 p.p.) a aceleração foi menos expressiva.


Destaque
Download do documento PDF (3551 Kb)
Quadros
Excel Excel (1466 Kb)