Portal Oficial - Instituto Nacional de Estatística
      
 

A remuneração bruta mensal média aumentou 3,6% no trimestre terminado em setembro de 2020, para 1 266 Euros, mais 1,9 pontos percentuais que no trimestre terminado em junho
Estatísticas do Emprego
Remuneração bruta mensal média por trabalhador
A remuneração bruta mensal média aumentou 3,6% no trimestre terminado em setembro de 2020, para 1 266 Euros, mais 1,9 pontos percentuais que no trimestre terminado em junho - 3.º Trimestre de 2020
05 de novembro de 2020

Resumo

A remuneração bruta mensal média por trabalhador (posto de trabalho) aumentou 3,6% no trimestre terminado em setembro (3.º trimestre) de 2020, em relação ao mesmo período de 2019, para 1 266 Euros. A componente regular daquela remuneração aumentou 4,2% e a remuneração base subiu 4,3%, atingindo, respetivamente, 1 082 e 1 019 Euros. Tendo em consideração que a taxa de variação do Índice de Preços do Consumidor foi nula, no mesmo período, os aumentos das remunerações médias por trabalhador em termos reais foram iguais aos nominais. Estes resultados dizem respeito a cerca 4,1 milhões de postos de trabalho, correspondentes a beneficiários da Segurança Social e a subscritores da Caixa Geral de Aposentações.
A dinâmica recente das remunerações médias no trimestre terminado em setembro de 2020 evidencia um menor impacto do regime de layoff simplificado, uma vez que o número de empresas abrangidas por este regime diminuiu significativamente. Efetivamente, no 3.º trimestre de 2020 apenas 3,2% do total de empresas tinha trabalhadores em regime de layoff simplificado (26,7% no 2.º trimestre), abrangendo 4,9% do total de trabalhadores (48,9% no 2.º trimestre).

Apesar das circunstâncias determinadas pela pandemia COVID-19, o INE apela à melhor colaboração das empresas, das famílias e das entidades públicas na resposta às solicitações do INE. A qualidade das estatísticas oficiais, particularmente a sua capacidade para identificar os impactos da pandemia COVID-19, depende crucialmente dessa colaboração que o INE antecipadamente agradece.

STATSLAB - Estatísticas em desenvolvimento


Destaque
Download do documento PDF (457 Kb)
Quadros
Excel Excel (352 Kb)
CSV CSV (12 Kb)