Portal Oficial - Instituto Nacional de Estatística
      
 

Saldo das Administrações Públicas atingiu 0,2% do PIB em 2019
Contas Nacionais Trimestrais por Setor Institucional
Saldo das Administrações Públicas atingiu 0,2% do PIB em 2019 - 4.º Trimestre de 2019
25 de março de 2020

Resumo

A capacidade de financiamento da economia situou-se em 0,8% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2019, o que compara com 1,2% em 2018. O PIB nominal aumentou 3,9%, taxa inferior ao crescimento de 4,0% do Rendimento Nacional Bruto (RNB) e do Rendimento Disponível Bruto (RDB), verificando-se uma redução do saldo dos rendimentos primários com o Resto do Mundo. Considerando valores para o ano terminado no trimestre, a capacidade de financiamento da economia passou de 0,6% do PIB no 3º trimestre para 0,8% no 4º trimestre de 2019.
Em termos trimestrais, a capacidade de financiamento do setor institucional das Famílias diminuiu de 1,7% do PIB no ano acabado no 3º trimestre de 2019 para 1,6% no ano acabado no 4º trimestre. O rendimento disponível das Famílias registou um aumento inferior ao da despesa de consumo final, o que determinou a redução em 0,1 pontos percentuais (p.p.) da taxa de poupança para 6,7%. O saldo das Sociedades Não Financeiras fixou-se em -3,4% do PIB no 4º trimestre, enquanto a capacidade de financiamento das Sociedades Financeiras diminuiu para 2,4%. O saldo do setor das Administrações Públicas (AP) registou um aumento de 0,3 p.p. no ano terminado no 4º trimestre de 2019, relativamente ao trimestre anterior, situando-se em cerca de 403,9 milhões de euros, o que correspondeu a 0,2% do PIB (-0,4% do PIB em 2018).

A informação deste destaque não reflete ainda a situação atual determinada pela pandemia Covid19. É de esperar que as tendências aqui analisadas se alterem substancialmente. De qualquer modo, a informação hoje disponibilizada é útil para estabelecer uma referência para avaliar desenvolvimentos futuros. Apesar das circunstâncias, tentaremos manter o calendário de produção e divulgação, embora seja natural alguma perturbação associada ao impacto da pandemia na obtenção de informação primária. Por esse motivo apelamos à melhor colaboração das empresas, das famílias e das entidades públicas na resposta às solicitações do INE, utilizando a Internet e o telefone como canais alternativos aos contatos presenciais. Na verdade a qualidade das estatísticas oficiais, particularmente a sua capacidade para identificar os impactos da pandemia Covid19, depende crucialmente dessa colaboração que o INE antecipadamente agradece.


Destaque
Download do documento PDF (391 Kb)
Quadros
Excel Excel (400 Kb)
Excel Excel (393 Kb)
Excel Excel (475 Kb)
ZIP CSV (39 Kb)
ZIP CSV (42 Kb)
ZIP CSV (74 Kb)