Portal Oficial - Instituto Nacional de Estatística
      
 

A riqueza líquida por família em Portugal aumentou entre 2013 e 2017 para todas as classes de riqueza das famílias
Inquérito à Situação Financeira das Famílias
A riqueza líquida por família em Portugal aumentou entre 2013 e 2017 para todas as classes de riqueza das famílias - 2017
13 de novembro de 2019

Resumo


De acordo com o Inquérito à Situação Financeira das Famílias de 2017, a riqueza líquida média das famílias residentes em Portugal era 162,3 mil euros e a mediana 74,8 mil euros. Nesse ano, as famílias pertencentes ao conjunto das 10% com maior riqueza líquida detinha 53,9% da riqueza líquida total das famílias e o conjunto das 50% com menor riqueza líquida detinha 8,1%.
Em termos reais, a riqueza líquida por família aumentou entre 2013 e 2017, 13,2% em termos médios e 10,0% em termos do valor mediano. O aumento ocorreu nas diferentes classes de riqueza, tendo a desigualdade, medida pelo coeficiente de Gini, passado de 68,4% para 67,9%.
Neste destaque apresentam-se os resultados da terceira edição do Inquérito à Situação Financeira das Famílias (ISFF) realizado no âmbito do projeto europeu Household Finance and Consumption Survey (HFCS), cujo objetivo é obter informação comparável sobre a situação financeira das famílias nos países da área do euro e em outros países europeus. Os dados do ISFF incidem principalmente sobre riqueza das famílias residentes em Portugal, nomeadamente sobre os ativos reais, os ativos financeiros e as dívidas, sendo também recolhida informação sobre aspetos demográficos e socioeconómicos, incluindo o rendimento e consumo. Em Portugal, a realização do inquérito é da responsabilidade do Banco de Portugal e do Instituto Nacional de Estatística.


Destaque
Download do documento PDF (573 Kb)
Quadros
Excel Excel 2017 (56 Kb)
Excel Excel 2013 (60 Kb)
Excel Excel 2010 (61 Kb)
CSV CSV 2017 (11 Kb)
CSV CSV 2013 (12 Kb)
CSV CSV 2010 (11 Kb)