Portal Oficial - Instituto Nacional de Estatística
      
 

Não residentes representam 13,0% do valor das aquisições de imóveis
Aquisição de imóveis por não residentes
Não residentes representam 13,0% do valor das aquisições de imóveis - 2018
25 de setembro de 2019

Resumo

Em 2018, 8,2% dos imóveis transacionados em Portugal foram vendidos a não residentes, correspondendo a 13,0% do valor total transacionado (7,7% e 11,5%, respetivamente, em 2017). O crescimento expressivo em 2018 das vendas de imóveis a não residentes, 14,5% em número e 22,2% em valor, foi contudo menor que o observado em 2017, +19,2% e +22,6%, respetivamente.
Em 2018 o valor médio dos prédios vendidos a não residentes situou-se em 171 178€, mais 58% que o valor médio das transações globais (108 016€). Esta diferença relativa aumentou face a 2017 em que atingiu 49%.
Tal como no ano anterior, foram os residentes em França que mais imóveis adquiriram em Portugal (19,7% do valor total), seguidos pelos residentes no Reino Unido (16,9%). É ainda de destacar o elevado valor mediano (297,2 mil euros) dos imóveis vendidos a residentes na China, quase seis vezes superior ao conjunto do mercado (53 mil euros).
Mais de ¾ do valor das aquisições por não residentes concentram-se na Área Metropolitana de Lisboa (39,5%) e no Algarve (35,9%). Foi também na Área Metropolitana de Lisboa que o valor médio destas aquisições foi mais elevado (322,5 mil euros).


Destaque
Download do documento PDF (938 Kb)
Quadros
Excel Excel (35 Kb)