Portal Oficial - Instituto Nacional de Estatística
      
 

As exportações e as importações diminuíram 8,3% e 4,1%, respetivamente, em termos nominais
Estatísticas do Comércio Internacional
As exportações e as importações diminuíram 8,3% e 4,1%, respetivamente, em termos nominais - Junho de 2019
09 de agosto de 2019

Resumo

Em junho de 2019, as exportações e as importações de bens registaram variações homólogas nominais de -8,3% e -4,1%, respetivamente (+8,5% e +14,3% em maio de 2019, pela mesma ordem), podendo refletir o menor número de dias úteis do mês em análise. Destaca-se a diminuição das exportações e importações de Combustíveis e lubrificantes (-34,3% e -24,8%, respetivamente) e o acréscimo de 32,4% nas importações de Material de transporte (maioritariamente aviões).
Excluindo Combustíveis e lubrificantes, as exportações diminuíram 6,2% e as importações decresceram 0,2% (+9,8% e +11,4%, respetivamente, em maio de 2019).
O défice da balança comercial de bens atingiu 1 833 milhões de euros em junho de 2019, mais 150 milhões de euros face ao mês homólogo de 2018. Excluindo Combustíveis e lubrificantes, a balança comercial atingiu um saldo negativo de 1 270 milhões de euros, registando um aumento do défice de 288 milhões de euros em relação a junho de 2018.
No 2º trimestre de 2019, as exportações e as importações de bens aumentaram, respetivamente, 1,0% e 6,8% face ao 2º trimestre de 2018 (+5,5% e +12,0%, pela mesma ordem, no trimestre terminado em maio de 2019).
No 1º semestre de 2019, verificaram-se aumentos de 2,9% nas exportações e de 9,3% nas importações, o que representa uma desaceleração das exportações e uma aceleração das importações face à variação registada no 2º semestre de 2018 (+3,7% e +7,5%, pela mesma ordem). Excluindo Combustíveis e lubrificantes, os acréscimos foram de 4,5% e 9,9%, respetivamente (+4,3% e +7,4%, no 2º semestre de 2018).


Texto integral do Destaque
Download do documento PDF (300 Kb)
Quadros do Destaque
Excel Excel (337 Kb)
ZIP CSV (33 Kb)