Portal Oficial - Instituto Nacional de Estatística
      
 

Capacidade de financiamento da economia aumentou para 1,5% do PIB
Contas Nacionais Trimestrais por Setor Institucional
Capacidade de financiamento da economia aumentou para 1,5% do PIB - 1.º Trimestre de 2017
23 de junho de 2017

Resumo

A capacidade de financiamento da economia situou-se em 1,5% do Produto Interno Bruto (PIB) no ano terminado no 1º trimestre de 2017, 0,1 pontos percentuais (p.p.) superior à observada no trimestre anterior.
Esta evolução traduziu comportamentos distintos dos setores institucionais residentes. Registaram-se melhorias no setor das Administrações Públicas (AP), cuja necessidade de financiamento diminuiu 0,3 p.p., passando de 2,0% do PIB no ano acabado no 4º trimestre de 2016 para 1,7%, e no setor das sociedades não financeiras, cuja capacidade de financiamento aumentou 0,2 p.p., para 0,6% do PIB. O saldo correspondente às sociedades financeiras estabilizou em 2,2% do PIB. A capacidade de financiamento das famílias diminuiu 0,3 p.p., para 0,5% do PIB no 1º trimestre de 2017. Esta redução refletiu a evolução da taxa de poupança das Famílias que se fixou em 3,8%, menos 0,5 p.p. que no trimestre precedente, em resultado do crescimento mais elevado da despesa de consumo final comparativamente com o do rendimento disponível (1,0% e 0,5%, respetivamente).
Tomando como referência valores trimestrais, e não o ano acabado no trimestre, o saldo das AP situou-se em cerca de -965,6 milhões de euros no 1º trimestre de 2017, correspondendo a -2,1% do PIB (-3,3% em igual período do ano anterior). Refira-se que o saldo das AP no 1º trimestre de 2017 não inclui qualquer impacto da recapitalização da Caixa Geral de Depósitos, visto que o tratamento estatístico desta operação está em análise.


Destaque
Download do documento PDF (439 Kb)
Quadros
Excel Excel (348 Kb)
Excel Excel (343 Kb)
Excel Excel (426 Kb)
ZIP CSV (35 Kb)
ZIP CSV (37 Kb)
ZIP CSV (67 Kb)