Portal Oficial - Instituto Nacional de Estatística
      
 

Em 2014 o crescimento nas regiões NUTS II oscilou entre 0,4% e 1%
Contas Regionais
Em 2014 o crescimento nas regiões NUTS II oscilou entre 0,4% e 1% - 2014
17 de dezembro de 2015

Resumo

O Instituto Nacional de Estatística inicia a divulgação da série de Contas Regionais (CR) na nova geografia territorial, NUTS 2013, que inclui resultados finais para os anos 2012 e 2013 e resultados preliminares para 2014. Esta nova geografia mantem inalterada a delimitação territorial das NUTS II mas alterou o número e a delimitação das regiões NUTS III.
Em termos de NUTS II, de acordo com os resultados preliminares de 2014, a Região Autónoma da Madeira apresentou o crescimento em volume menos expressivo (0,4%). As regiões do Centro (0,8%) e do Alentejo (0,7%) apresentaram acréscimos reais ligeiramente inferiores ao país (0,9%), tendo as restantes regiões apresentado uma evolução real de 1,0%.
Em 2013, a maior assimetria do PIB per capita, ao nível da NUTS III, verificou-se entre a região da Área Metropolitana de Lisboa (137,1) e a região do Tâmega e Sousa (61,9). Comparativamente com os resultados em NUTS 2002, observa-se uma menor disparidade regional do PIB per capita, sobretudo em resultado da agregação das antigas regiões da Península de Setúbal (75,1) e da Grande Lisboa (163,2), dando origem à Área Metropolitana de Lisboa.


Destaque
Download do documento PDF (382 Kb)
Quadros
Excel Excel (169 Kb)
CSV CSV (5 Kb)