Portal Oficial - Instituto Nacional de Estatística
      
 

Atividade económica melhorou em março. Procura Externa Líquida de bens em termos nominais recuperou
Síntese Económica de Conjuntura
Atividade económica melhorou em março. Procura Externa Líquida de bens em termos nominais recuperou - Abril de 2015
20 de maio de 2015

Resumo
Na Área Euro (AE), o PIB em termos reais registou uma variação homóloga de 1,0% no 1º trimestre de 2015 (0,9% no trimestre anterior). Em abril, os indicadores de confiança dos consumidores e de sentimento económico recuperaram na AE. No mesmo mês, os preços das matérias-primas e do petróleo apresentaram variações em cadeia de -0,2% e 7,1%, respetivamente (-2,6% e 0,7% em março).
Em Portugal, de acordo com a estimativa rápida, o PIB registou uma variação homóloga em volume de 1,4% no
1º trimestre de 2015 (0,6% no trimestre anterior), enquanto a variação em cadeia foi 0,4% (variação idêntica à do trimestre anterior). O indicador de atividade económica recuperou em março e o indicador de clima económico, já disponível para abril, também aumentou. Em março, os Indicadores de Curto Prazo (ICP) apontam para uma melhoria da atividade económica na indústria, na construção e obras públicas e em setores de serviços. O indicador quantitativo do consumo privado registou um crescimento homólogo mais expressivo em março, refletindo a aceleração da componente de consumo duradouro. O indicador de FBCF aumentou significativamente no mesmo mês, devido à evolução de todas as componentes, destacando-se a de material de transporte. Em termos nominais, as exportações e importações de bens apresentaram variações homólogas de 4,0% e -1,4% em março, respetivamente (1,7% e -4,0% em fevereiro).
No 1º trimestre de 2015, a taxa de desemprego situou-se em 13,7%, o que compara com 13,5% no trimestre anterior e 15,1% em igual trimestre do ano anterior. O emprego aumentou 1,1% em termos homólogos (0,5% no 4º trimestre de 2014) e a população ativa diminuiu 0,5% (-1,6% no trimestre precedente).
O Índice de Preços no Consumidor (IPC) apresentou uma variação homóloga mensal de 0,4% em abril (0,3% em março), observando-se uma taxa de variação nula na componente de bens (-0,5% no mês anterior) e de 1,0% na de serviços (1,5% em março).

Destaque
Download do documento PDF (821 Kb)