Portal do Instituto Nacional de Estatística

 
Área dos utilizadores
Área dos utilizadores

Inquérito Nacional de Saúde - responda aqui

WebInq - Resposta a inquéritos

Censos 2011

Recenseamento Agrícola 2009

 

 
 EstudosDocumentos de Trabalho 

Estudos


 
   

Mortalidade: compressão, deslocamento e causas de morte (Portugal 1950-2005)
Isabel Tiago de Oliveira > Revista de Estudos Demográficos - 2.º Semestre de 2010 > INE, 2010, p. 35 - 62

Resumo

Esta abordagem sobre a mortalidade em Portugal, entre 1950 e 2005, discute duas perspectivas sobre a evolução da mortalidade: a hipótese da concentração-rectangularização e a perspectiva, mais recente, da deslocação da mortalidade. Em Portugal, o aumento da esperança de vida, nos últimos anos, foi acompanhado por uma diminuição da dispersão, se considerados todos os óbitos; e, por outro lado, por uma manutenção da dispersão, se isolado o efeito da diminuição da mortalidade infantil.
O efeito das diferentes causas de morte na dispersão da mortalidade é também analisado, com base nas tábuas com eliminação de causas de morte, o que permite perceber as consequências da diminuição de cada uma das causas sobre a dispersão etária dos óbitos.

palavras-chave: mortalidade, compressão, deslocamento, causas de morte.


Texto integral do Estudo
Download do documento PDF (150 Kb)















União Europeia FEDER (Abre uma nova janela)
Símbolo de Acessibilidade à Web[DEm conformidade com o nível 'AA' das WCAG 1.0 do W3C

Conselho Superior de Estatística
ALEA - Acção Local de Estatística Aplicada
SICAE
ESS - European Statistical System