Portal do Instituto Nacional de Estatística


Destaques


      
 

Estatísticas da Pesca
Nos últimos dois anos o aumento da quota de pesca e as trocas de quotas com Espanha quase duplicaram as possibilidades de pesca do biquerão - 2017
30 de maio de 2018

Resumo

Em 2017 a frota de pesca nacional capturou 118,4 mil toneladas de pescado fresco ou refrigerado (124,2 mil toneladas em 2016), no valor de 272,4 milhões de euros (269,5 milhões de euros em 2016), o que representa um decréscimo de 4,7% em volume e um aumento de 1,1% em valor. O preço médio do pescado descarregado foi de 2,23 €/kg (2,10 €/kg em 2016), tendo atingido o valor mais elevado dos últimos 20 anos.
Ente as espécies de pescado que recentemente têm adquirido relevância, é de referir desta vez o biqueirão. Efetivamente, em 2017 foram transacionadas em lota 9 021 toneladas desta espécie, a maior quantidade desde que há registos estatísticos sistemáticos por espécie. A taxa de utilização da quota nacional deste recurso pesqueiro subiu de 3% em 2010 para 102% em 2017.
O principal destino para o biqueirão capturado foi a exportação (média de 87% no período 2012-2017), a maior parte em fresco para Espanha, sendo que a partir de 2015 a quantidade de biqueirões salgados exportados ultrapassou as preparações e conservas, que tradicionalmente eram o segundo destino deste recurso.

 

Consulte a Publicação


Texto integral do Destaque
Download do documento PDF (388 Kb)
 






Autentique-se para subscrever






                     Acessibilidade       Em conformidade com o nível 'AA' das WCAG 1.0 do W3C Em conformidade com o nível AA das WCAG 1.0 do W3C
CSE ALEA SICAE SEE - Sistema Estatico Europeu ESS Vision 2020   UE - Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional POCI Compete 2020 Portugal 2020