Portal Oficial - Instituto Nacional de Estatística
      
 

Transporte de passageiros com aceleração no último trimestre do ano mas abrandamento em 2018
Atividade dos Transportes
Transporte de passageiros com aceleração no último trimestre do ano mas abrandamento em 2018 - 4.º Trimestre de 2018
22 de março de 2019

Resumo

No 4º trimestre de 2018, o movimento de passageiros nos aeroportos nacionais ascendeu a 12,6 milhões, representando um crescimento de 6,2% (+4,3% no 3ºT). Também no modo ferroviário se registaram aumentos no transporte de passageiros, tanto por comboio (+5,0%; +3,7% no 3ºT) como por metropolitano (+5,1%, após +3,7% no 3ºT). O transporte fluvial de passageiros evidenciou-se com um crescimento de 7,2% (+3,3% no 3ºT).
Os portos marítimos nacionais registaram reduções no número (-6,5%) e na dimensão/GT (-0,6%) das embarcações entradas (-2,5% e -0,4% no 3ºT, respetivamente), a par da diminuição de 2,4% nas mercadorias movimentadas (-2,1% no 3ºT).
O transporte ferroviário de mercadorias verificou uma redução de 8,4% para 2,6 milhões de toneladas, apesar do crescimento em volume de transporte (+1,4% nas toneladas-km). No transporte rodoviário de mercadorias registou-se um aumento de 1,8% nas toneladas (+0,9% no 3ºT), tendo-se destacado o transporte nacional (+5,1%; +0,3% no 3ºT).
Os resultados preliminares de 2018 revelam um crescimento no tráfego aéreo em termos de passageiros (+6,8%), mas com abrandamento face ao ano anterior (+16,2% em 2017). Na ferrovia pesada, metropolitano e vias fluviais também se verificaram abrandamentos, mas ligeiros: +4,0%, +3,7% e +3,3% em 2018, respetivamente, sucedendo a +6,0%, +5,1% e +5,5% no ano anterior, pela mesma ordem.
Relativamente ao transporte de mercadorias, em 2018 registaram-se aumentos das toneladas movimentadas nos aeroportos (+5,1%) e por via rodoviária (+0,1%) e uma estabilização por via ferroviária, correspondendo a desacelerações face aos acréscimos registados em 2017 (+19,2%, +6,1% e +2,0%, respetivamente). No movimento portuário de mercadorias, verificou-se uma diminuição de 3,2%, após um aumento de 2,2% no ano anterior.


Texto integral do Destaque
Download do documento PDF (647 Kb)
Quadros do Destaque
Excel Excel (255 Kb)
ZIP CSV (16 Kb)