Instituto Nacional de EstatísticaCensos 2011
 
     

Publicação

Pub Censo 1878

Questionários

Questionários 1878

Legislação

Legislação 1878

 
1878 - 1 de Janeiro (II Recenseamento Geral da População)

A Carta de Lei de 15 de Março de 1877 ordenou a execução deste censo e estabeleceu em termos futuros o princípio dos recenseamentos decenais. 

A metodologia de recolha e apuramento dos dados manteve-se idêntica à do censo anterior. As variáveis recolhidas foram praticamente as mesmas e os conceitos não sofreram alteração.

Houve no entanto alguma inovação quanto à informação recolhida e apurada, constituindo novos elementos as informações sobre instrução elementar (sabem ler e escrever, sabem apenas ler, não sabem ler nem escrever) segundo o sexo e uma rubrica sobre as “circunstâncias físicas ou especiais” dos recenseados, classificadas em seis enfermidades ou lesões especiais (surdos-mudos, surdos, mudos, cegos, idiotas e alienados).

Mantêm-se as dificuldades referidas anteriormente quanto ao apuramento de certas variáveis, como a profissão.
De 4 550 699 almas, 546 289 são urbanas e, … 4 004 410 são ruraes.” O número médio de indivíduos por família era de 4,1.

 


censos@ine.pt © 2009-2014, Instituto Nacional de Estatística

[D] Em conformidade com o nível 'A' das WCAG 1.0 do W3C